Papilomas no pênis em homens

consulta médica sobre a questão do HPP no pênis

O papiloma no pênis não é incomum. Devido à ampla disseminação do papilomavírus humano, que atua como causa da formação de tumores, os papilomas no pênis são encontrados em muitos homens. Você não precisa ter vergonha disso. Mas o que se deve fazer é consultar um médico para a prestação de uma assistência correta, eficaz e qualificada.

Causas e sintomas

papilomas no pênis

A formação de papiloma no pênis se deve à penetração do papilomavírus humano ou simplesmente HPV no corpo. Isso acontece principalmente por meio do contato sexual, mas pode entrar na casa se as pessoas usarem produtos de higiene comuns.

Às vezes, uma pequena microfissura no pênis é suficiente para abrir o caminho para o vírus. No futuro, ele fica em um estado latente por algum tempo até que as condições ideais sejam criadas para sua propagação por todo o corpo.

Os fatores que provocam o crescimento do papiloma no pênis podem ser:

  • Maus hábitos;
  • Ignorando sexo protegido;
  • Mudança frequente de parceiros sexuais;
  • Doenças passadas;
  • Efeitos colaterais de medicamentos;
  • Atividade física excessiva;
  • Mudanças hormonais;
  • Transtornos psicológicos, etc.

As razões para o aparecimento de papilomas na cabeça do pênis são muitas, mas a mais importante delas é o papilomavírus humano.

O estágio inicial de desenvolvimento de crescimentos no pênis é quase impossível de reconhecer independentemente. O estágio primário pode ser assintomático. Gradualmente, as mudanças começam a ocorrer no pênis nos homens.

Se você olhar para a foto de papilomas, é improvável que essa foto crie uma impressão agradável. Mas os homens enfrentam essas situações diariamente. Portanto, não há nada para se envergonhar aqui, mas você precisa se livrar do papiloma com rapidez e segurança.

No pênis nos homens, crescimentos podem aparecer no freio, na cabeça, no sulco coronal e em outras partes dele. Se os papilomas nos homens não forem tratados, eles podem se espalhar muito além do pênis, afetando a pele de todo o pênis e não apenas.

Qual é o perigo

múltiplos papilomas no pênis

Ignorar papilomas no pênis é bastante comum entre os homens. Muitos têm simplesmente vergonha desses crescimentos, por isso preferem não tocar no assunto papilomas na cabeça ou iniciar a automedicação em casa.

Mas todas essas abordagens do problema estão completamente erradas. Sem nenhuma recomendação, começar a tratar crescimentos em casa às vezes pode ser mais perigoso do que ignorar completamente os papilomas sob a cabeça.

Se um homem não iniciar o tratamento para o papiloma a tempo, isso pode causar os seguintes problemas:

  • A qualidade de vida diária se deteriorará significativamente;
  • A vida sexual será reduzida significativamente ou interrompida completamente;
  • Haverá problemas com a função reprodutiva, ou seja, você não poderá ter filhos;
  • Função urinária prejudicada;
  • Haverá risco de degeneração do papiloma da cabeça do pênis em tumor maligno;
  • Você se tornará uma fonte de infecção de vírus para todos com quem tiver um relacionamento. Além disso, o vírus pode ser transmitido não só por meio do contato sexual, mas também por meio de beijos com saliva, durante o sexo oral ou até mesmo no uso de artigos de higiene comuns.

Pense nas consequências dos papilomas não tratados na pele do pênis.

O vírus está sempre no corpo masculino, ou seja, é impossível destruí-lo com drogas. Portanto, a única solução correta é um impacto complexo no problema.

Características de tratamento

como são os papilomas no pênis

Se notar papilomas na glande do pênis, você deve visitar imediatamente um urologista de confiança. O especialista poderá aconselhar sobre abordagens para o tratamento do papiloma do pênis em casa ou na clínica.

Freqüentemente, um especialista determinará como tratar ou como remover tumores para evitar que apareçam mais. Para isso, é prescrito um tratamento abrangente, que inclui duas etapas principais.

  1. Remova tumores recorrendo à remoção do papiloma do pênis. Para isso, vários métodos e aparelhos são usados. A escolha de um método para a remoção de papilomas no pênis depende diretamente da situação específica com a disseminação dos tumores.
  2. Prescreva o tratamento para que o papiloma no pênis não apareça mais por muito tempo. A essência do tratamento é aumentar a imunidade e suprimir o vírus. Apenas o sistema imunológico é capaz de lidar com isso, devolvendo-o a um estado latente. Infelizmente, não existem medicamentos que podem erradicar permanentemente o HPV do seu corpo. A medicação só pode ajudar seu próprio sistema imunológico a suprimir o vírus.

O tipo específico de medicamento para aumentar a imunidade e os efeitos antivirais será determinado pelo médico com base nos exames realizados e no estudo dos seus testes.

Além disso, o especialista pode recomendar um dos vários métodos de remoção disponíveis. Digamos desde já que será muito mais fácil curar tumores em uma clínica moderna, desde que ali haja o hardware adequado. Será mais caro do que remover papilomas em alguma clínica estadual, mas os riscos e consequências do tratamento podem afetar negativamente sua saúde.

Nunca tente remover os acúmulos em casa. Muitas pessoas lêem como se livrar dos papilomas em casa e começam a expor seus próprios órgãos genitais a testes reais. A automedicação raramente leva a uma conclusão bem-sucedida, portanto, você não deve arriscar sua própria saúde.

Qual a melhor forma de remover

Já que você seguiu o caminho certo e optou por um tratamento abrangente, você tem que se livrar dos crescimentos de forma física e continuar o tratamento com drogas imunoestimulantes e antivirais.

Mas então surge uma questão lógica - qual é a melhor maneira de remover tumores, desde que eles cresçam no pênis? Esta é uma área muito delicada onde você não deve aplicar os métodos padrão para pele normal nas mesmas mãos ou pés.

Oferecemos várias opções, das mais preferidas às mais indesejáveis.

  1. Vaporização a laser. O feixe de laser, agindo sobre os crescimentos, gradualmente os evapora. Dependendo do número e da complexidade das lesões, o tratamento pode demorar até 10-15 dias. O método é indolor, eficaz e rápido o suficiente. Levará um pouco de tempo para a reabilitação, então você logo poderá retornar à vida sexual normal.
  2. Ondas de rádio. A excisão com ondas de rádio é um método moderno de remoção de papilomas, amplamente utilizado no tratamento de crescimentos genitais. É seguro, eficiente e rápido. Mas até agora nem todas as clínicas possuem o equipamento adequado. Portanto, vale a pena procurar onde esses serviços são oferecidos e quanto custa.
  3. Eletrodestruição. A corrente elétrica remove o acúmulo, deixando para trás uma crosta carbonizada. Pode causar dor, mas o resultado é bastante positivo. Sua principal vantagem é a acessibilidade.
  4. Congelamento com nitrogênio. Ao tratar os órgãos genitais de papilomas, o nitrogênio líquido raramente é usado devido à dor e aos possíveis efeitos colaterais.
  5. Queimando com produtos químicos. Para isso, existem misturas especiais, após a aplicação das quais o acúmulo é cauterizado e, em seguida, cai. Pode ser doloroso, desagradável e a duração da reabilitação é demorada.
  6. Excisão com bisturi. Um método desatualizado e indesejável, com mais desvantagens do que vantagens.

O tratamento dos papilomas que afetam o pênis deve ser estritamente profissional e preciso. Confie apenas em especialistas de confiança e não se automedique.